Educar nas virtudes – preparando o terreno

round-1305172_960_720

Algumas filosofias modernas e estudos psicológicos levaram a crer que a educação nas virtudes estava vinculada a falta de liberdade, de espontaneidade,  a traumas e repressão.

Hoje  já podemos perceber as consequências práticas desse processo educativo baseado na “espontaneidade” e na realização dos  desejos: temos muitos jovens escravizados pelos desejos irracionais, pelos instintos. Normalmente não se motivam a lutar por valores mais sólidos e que visem o bem comum, sentem-se facilmente deprimidos, mostram-se agressivos e tendem a desrespeitar os demais.  São imaturos e agem motivados por uma afetividade desordenada.

CLIQUE AQUI PARA LER O TEXTO COMPLETO

Text Widget

Placerat vel augue vitae aliquam tinciuntool sed hendrerit diam in mattis ollis don ec tincidunt magna nullam hedrerit pellen tesque pelle.